5 Dicas de Cibersegurança para começar o ano

5 dicas de cibersegurança splunk homeostase

Jan, 2023

A cibersegurança, também conhecida por segurança digital, é um tema que deve sempre ser reforçado. Contamos 5 dicas de cibersegurança para começar o ano protegido e preparado para um possível ciberataque.

O básico

Em primeiro lugar, é fundamental que os funcionários sejam informados e treinados regularmente sobre as políticas de segurança. 

Senhas fortes atualizadas regularmente, treino de prevenção de phishing e manutenção de sistemas e aplicações corrigidas e atualizadas podem ajudar a evitar um ataque. 

É essencial manter os dados encriptados e realizar backups. Além disso, ter uma estratégia sólida de gestão de ativos permite que as empresas identifiquem os principais ativos críticos e determinem como proteger esses dados. 

Saiba quem é quem e quem pode aceder ao quê

Deve agir com uma estratégia de confiança zero e autenticar e autorizar cada utilizador, dispositivo e interação para verificar tudo e todos na empresa. Sobretudo, implemente a governação de dados para que as pessoas só tenham acesso aos dados e tecnologias relevantes para sua função. 

Deve fazer um inventário dos seus dados regularmente, para compreender onde residem as informações confidenciais e quem tem acesso a elas. 

Implemente também a autenticação multifator sempre que possível. Pois, vai ajudar a garantir que utilizadores legítimos acedem a sistemas e dados. 

Tenha uma visão global com os seus dados

Compreender os seus dados é mais do que recolher logs e verificar a atividade. Na verdade, é recolher todos os dados diferentes, para entender o panorama geral e ganhar visibilidade de ponta a ponta em todo o ambiente. 

Acima de tudo, para ser cyber resilient precisa de um portfólio de operações de segurança centrado em dados, que recolha todas as formas de dados, analise e responda rapidamente aos riscos e tenha inteligência de ameaças integrada.

 

Ter um plano 

Desenvolva um plano de resposta a incidentes para investigar e corrigir um acontecimento ou violação de segurança. Afinal, ter um plano em vigor ajuda a tomar decisões mais rápidas e informadas para reduzir a exposição ao risco.

Como disse Benjamin Franklin:

 

“Se não se preparar, está a preparar-se para falhar”. 

Por isso, deve estabelecer um plano de recuperação de incidentes para planear como restabelecer o seu negócio. Se ocorrer um ataque, deve reunir as suas equipas para descobrir o que falhou, de forma a implementar futuras proteções. 

Comunicar 

Por último, saiba a quem vai ligar e como o vai dizer aos clientes. Certifique-se de que todos sabem o que fazer e podem executar o plano se ocorrer um ciberataque. 

Identifique quem será chamado, desenvolva respostas técnicas para os clientes e saiba quem são os tomadores de decisão na sua organização. Pois, quanto mais fácil tratar os incidentes internos e externos, melhor será para os seus clientes e para os seus resultados. 

Quando se trata de segurança, vale sempre a pena estar preparado. Portanto, se quiser esclarecer dúvidas sobre cibersegurança, não hesite em contactar a equipa homeostase.

Fonte aqui.

continuar a ler

Monitoramento Sintético

Monitoramento Sintético

O monitoramento sintético permite simular qualquer transação ou interação que os utilizadores possam ter no seu website ou aplicação.

RGPD vs. Dados de Máquina

RGPD vs. Dados de Máquina

O RGPD (Regulamento Geral sobre a Protecção de Dados) ainda é um desafio para as organizações. Saiba como os Dados de Máquina podem ajudar.

quero receber updates.